Ver todos >

Alphappl e Parque Tecnológico com programa que garante emprego após 3 meses

O Parque Tecnológico de Óbidos, enquanto organização de apoio às empresas e de promoção do emprego apresentou ontem, já nos novos edifícios centrais, um dos eixos integrantes do programa ATIVA-TE. Este é um programa abrangente que inclui, para além do eixo apresentado “Be a developer”, o Colab Effect (espaço de colaboração), o SpinLab (espaço de prototipagem, pré-industrialização e acesso a laboratórios) e o ABC – apoio de base à criatividade (apoio à criação e desenvolvimento de novas ideias de negócio).

O “Be a developer” é um programa de treino de competências que permite requalificar qualquer licenciado ou estudante do 12º ano em programador júnior, com a garantia que após esse período entra no mercado de trabalho. A garantia é da empresa Alphappl, que se assume não como uma empresa de formação mas, segundo o responsável, Hugo de Sousa, uma empresa que “vende emprego”.

Num período assombrado por cerca de 18% de desemprego, há que analisar o mercado e fazer opções estratégicas. O setor das tecnologias de informação é das áreas que apresenta efetivamente procura de pessoas qualificadas, situação facilmente explicada pela proliferação da tecnologia em todos os segmentos (vestuário, agricultura, alimentação, etc). Esta é uma tendência que está continuamente a crescer, sendo que se prevê, segundo Hugo de Sousa, “2 milhões de vagas na Europa para profissionais das TI’s até 2015″ e por isso diz-se que saber programar é “o emprego de futuro”.

O programa “Be a Developer” trabalha não só a componente tecnológica (aprendizagem sobre as linguagens de programação), com cerca de 500 horas de formação intensiva, mas também o eixo comportamental, ou seja, a empresa quer garantir que o perfil dos participantes se adequa às exigências do mercado de trabalho, apostando num “treino militar”, com a duração de 2 semanas, onde se aprendem valores como a honra, a resiliência, o trabalho de equipa, a cooperação e a capacidade do indivíduo se superar a ele próprio. O modelo não segue a via tradicional de ensino (professor / alunos), mas sim um formato adequado ao mundo empresarial, com partilha de informação, reuniões e trabalho.

Este foi o primeiro evento realizado nos novos edifícios centrais do Parque Tecnológico de Óbidos, tendo esse facto suscitado um interesse adicional. Hugo de Sousa, responsável pela Alphappl elogiou o Parque Tecnológico de Óbidos e o Presidente da Câmara Municipal de Óbidos, pela “abertura, rapidez e facilidade com que se criou este importante programa para a região centro, uma vez que é a primeira vez que o programa se realizará fora de Lisboa”. Acrescentou que “o Parque Tecnológico de Óbidos tem todas as condições para atrair e fixar novas empresas e novos negócios”, tendo em conta que a linguagem e o espírito que encontrou cá “é igual ao de Lisboa ou de Londres”, concluiu, referindo-se à visão estratégica implementada e as linhas orientadoras seguidas. Já Humberto Marques, Presidente da Câmara Municipal de Óbidos, agradeceu a disponibilidade, considerando que este programa “é vital para requalificar e garantir uma saída para todos aqueles que se deparam com a situação de desemprego, melhorando a sua vida económica e emocional”, mostrando que o Parque Tecnológico de Óbidos é “um projeto para todos”.

Mais informações sobre condições de adesão: http://ativa-te.com/pto/#developer
Inscrições até 15 de agosto através dos emails tu@ativa-te.com ou apply@alphappl.pt