Ver todos >

Agro-tecnologias: soluções inovadoras apresentadas no Encontro de Empresas

No passado dia 22 de julho, realizou-se mais um Encontro de Empresas no Parque Tecnológico de Óbidos, dedicado ao tema das Agro-tecnologias. 
Tendo em conta que desde 2014 a União Europeia proibiu o uso do antioxidante difenilamina, conhecido por “DPA”, utilizado na conservação da pêra rocha, protegia a fruta durante a permanência em câmaras de refrigeração. Esta era a forma que os produtores tinham de poder escoar a produção que era conservada em frio para ser vendida de Inverno. Importa referir que a fileira da pêra rocha do Oeste dá trabalho a 4.700 pessoas, empregando 13.000 na época da colheita, e produz cerca de 200 mil toneladas, metade das quais destinadas à exportação, para mercados europeus e extra-comunitários. Até agora não foi encontrada uma solução alternativa. Atento a estas problemáticas de um setor tão importante para a região, este encontro de empresas pretendeu apresentar um projeto alternativo que está a ser desenvolvido pelas empresas do Parque e os seus parceiros. As empresas Impactwave e a Articold, que foram os principais intervenientes neste Encontro, encontram-se no inicio da investigação e implementação de uma solução que pretende ir de encontro às necessidades urgentes deste mercado: em causa está a próxima campanha do fruto, cuja produção se destina em cerca de 50 por cento à exportação e que tem necessidades especiais de conservação. O novo Sistema DCS (Atmosfera Controlada Dinâmica)  apresentado pela Articold, especialista na área da refrigeração industrial, é por isso muito importante para grandes exportadores de fruta. Este sistema único no mercado é capaz de trabalhar com niveis de oxigénio muito reduzidos e sem tratamentos quimicos, promovendo assim, o amadurecimento natural da fruta, com melhor fimeza e tempo de vida. Em colaboração com a Impactwave, que dispõe de recursos como o Agrodynamics: sistema de recolha, tratamento e análise de dados meteorológicos para apoio à tomada de decisão no setor agrícola – está em curso a montagem eficiente da monitorização adequada das culturas com modelos de análise de risco através do uso de um módulo inteligente de recolha de dados com sensores inovadores que diminuirá o uso de produtos fitofarmacêuticos, fertilizantes e uma melhor gestão dos recursos hidricos, potenciando mais vantagens competitivas, uma maior sustentabilidade e produtividade. A mesma empresa também disponibiliza uma aplicação gratuita, o Agrozapp, um sistema de pesquisa com informação fundamental para os agricultores, sobre fatores de produção para a agricultura, incluindo a biológica. Através da colaboração das empresas do Parque Tecnológico de Óbidos, ficámos a saber neste Encontro que estas experiências inovadoras darão frutos a breve prazo, na resolução de um dos mais importantes problemas que afetam o nosso tecido empresarial agricola.